Campus Toledo

Projetos e Programas

N¬ļ T√≠tulo do Projeto Resumo do Projeto Vig√™ncia Coordenador Status
1 Promo√ß√£o de sa√ļde a gestantes (PROGEST): a√ß√Ķes educativas sobre o uso de agentes teratog√™nicos e preven√ß√£o de malforma√ß√Ķes cong√™nitas O projeto de educa√ß√£o popular para a promo√ß√£o de sa√ļde a gestantes visa contribuir para a qualifica√ß√£o da forma√ß√£o dos estudantes de Medicina da UFPR, bem como das participantes do projeto, a partir da pedagogia dial√≥gica, possibilitando a aquisi√ß√£o e consolida√ß√£o de conhecimentos. Este projeto de extens√£o ser√° desenvolvido a partir do referencial te√≥rico da educa√ß√£o popular, com pr√°ticas de a√ß√Ķes educativas na aten√ß√£o √†s Unidades B√°sicas de Sa√ļde (UBSs) do munic√≠pio de Toledo. Tal pr√°tica possibilitar√° aos estudantes envolvidos ampliar a vis√£o sobre uso de agentes teratog√™nicos durante a gesta√ß√£o (medicamentos, ch√°s, v√≠rus), potencializando suas pr√°ticas em sa√ļde na √°rea de sa√ļde coletiva. A partir das a√ß√Ķes pretende-se integrar gestantes e extensionistas, possibilitando um melhor entendimento das informa√ß√Ķes sobre o cuidado com uso de agentes teratog√™nicos durante a gesta√ß√£o, bem como medidas preventivas a poss√≠veis malforma√ß√Ķes fetais. Durante as palestras e conversas sobre t√≥picos previamente determinados pretende-se estimular o desenvolvimento da autonomia das participantes do grupo ao discutir quest√Ķes relacionadas ao projeto. Este projeto de extens√£o apresenta uma importante relev√Ęncia social e acad√™mica, uma vez que, pretende atuar de maneira interdisciplinar, norteado pelos princ√≠pios da educa√ß√£o popular em sa√ļde, visando a integra√ß√£o entre ensino, pesquisa e extens√£o. Neste sentido, ele ir√° contribuir na forma√ß√£o de um profissional com maior compromisso social, que reconhece e respeita a heterogeneidade da comunidade, al√©m da promo√ß√£o a sa√ļde de gestantes para o pleno desenvolvimento do feto. 01/05/2017 √† 30/04/2019 ANA PAULA CARNEIRO BRANDALIZE Aprovado e ¬†em andamento
2 Desenvolvimento de um Atlas Virtual de Histologia e Biologia Celular O presente projeto √© uma proposta de desenvolvimento de um ambiente virtual de ensino (AVE) de Histologia e Biologia Celular, hospedada no site da Universidade Federal do Paran√°, que seja de acesso gratuito a alunos interessados em aprofundar e revisar conhecimentos. O ensino pr√°tico de Histologia e Biologia Celular √© praticado nas aulas, por√©m o acesso a material pr√°tico virtual pode fornecer uma possibilidade de maior contato com as l√Ęminas, permitindo melhor desempenho no aprendizado. Os acad√™micos selecionados para participar do projeto ser√£o treinados para o preparo das l√Ęminas. Para a confec√ß√£o das l√Ęminas, ser√£o utilizados animais sacrificados em outros experimentos e que seriam descartados, que ter√£o seus tecidos selecionados e as l√Ęminas preparadas e coradas. Ap√≥s sua fixa√ß√£o, as l√Ęminas integrar√£o o lamin√°rio de Histologia e Biologia Celular do Campus de Toledo da UFPR. Ser√£o capturadas imagens das l√Ęminas, que ter√£o suas estruturas identificadas e marcadas. Em seguida, ser√° criado um ambiente virtual de ensino, no qual as imagens ser√£o inseridas, com suas devidas descri√ß√Ķes, tornando-se dispon√≠veis para o acesso dos acad√™micos. O atlas ser√° ent√£o divulgado √† acad√™micos de gradua√ß√£o de cursos da √°rea da sa√ļde e em escolas de ensino m√©dio do munic√≠pio de Toledo – PR, para que seja utilizado como uma ferramenta de ensino √† dist√Ęncia. A avalia√ß√£o dos participantes do projeto ser√° realizada pelo acompanhamento do desempenho dos acad√™micos durante o desenvolvimento das atividades relativas ao projeto. 01/05/2017 √† 30/04/2018 JULIANA BERNARDI WENZEL

Aprovado    e  em andamento

3 Estudo da preval√™ncia da s√≠ndrome do t√ļnel do carpo em Toledo-PR e esclarecimento dos fatores e medidas de preven√ßao √† popula√ß√£o A proposta deste projeto se trata da orienta√ß√£o de trabalhadores industriais, que realizam atividades laborativas que exigem movimentos repetitivos, sobre os sintomas, agravantes e medidas de interven√ß√£o na s√≠ndrome do t√ļnel do carpo. Algumas atividades podem acentuar os sintomas da doen√ßa e incapacitar temporariamente ou permanentemente o trabalhador se n√£o detectada e tratada. A orienta√ß√£o ser√° feita atrav√©s de cartilha e palestras sobre o tema, facilitando a memoriza√ß√£o dos sintomas e provendo meios e est√≠mulo para que o trabalhador identifique casos suspeitos na comunidade e os oriente a buscar ajuda m√©dica ou o inclua no projeto. Tamb√©m ser√° realizada a aferi√ß√£o por ultrassonografia da √°rea de sec√ß√£o transversal do nervo mediano em seu ponto mais espesso no t√ļnel do carpo ou imediatamente antes dele, na popula√ß√£o alvo. A s√≠ndrome do t√ļnel do carpo afeta em m√©dia 3% da popula√ß√£o e causa preju√≠zo financeiro pelo absente√≠smo ao trabalho, problemas sociais pelo preconceito e desconhecimento da doen√ßa e em casos mais extremos demiss√£o do posto de trabalho pela recorr√™ncia dos sintomas. Uma vez que uma parcela significativa dos trabalhadores do munic√≠pio de Toledo exercem atividades manuais repetitivas, com cargas leves ou com cargas mais pesadas, levantou-se a possibilidade de realizar medidas educativas para esta popula√ß√£o em conjunto com o meio acad√™mico e tamb√©m pesquisar a preval√™ncia da doen√ßa nesta amostragem, para que os dados sejam usados como base comparativa com os trabalhos semelhantes j√° existentes, e, em depend√™ncia de resultados discrepantes, prosseguir a investiga√ß√£o para a busca de poss√≠veis fatores agravantes e possivelmente desenvolver novos projetos de extens√£o ou encaminar casos para tratamento. A metodologia a ser adotada pelo projeto ser√° realizar a busca ativa destes trabalhadores, realizar palestras b√°sicas sobre o tema a pequenos grupos de no m√°ximo vinte pessoas, para permitir que os participantes esclare√ßam d√ļvidas, e em seguida aplicar um question√°rio simples que ser√° usado para a classifica√ß√£o em grupos de risco, incluindo, al√©m de outros fatores, atividade que desempenha e carga horaria semanal. Os trabalhadores dever√£o concordar e assinar um termo de consentimento livre e esclarecido permitindo a utiliza√ß√£o dos seus dados para pesquisa e garantindo o anonimato. Os dados ser√£o pareados e analisados de acordo com os grupos de risco, e em comparativo com os artigos j√° publicados. 01/05/2017 √† 30/04/2018 RAFAEL LIRIO BORTONCELLO Aprovado ¬† ¬†e em andamento
4 Liga Acad√™mica de Cirurgia e Traumatologia: oportunidade de integra√ß√£o, multidisciplinaridade e extens√£o das ci√™ncias m√©dicas A Liga Acad√™mica de Cirurgia e Traumatologia surge com a finalidade de promover sa√ļde para a comunidade e integrar o estudante ao ambiente em que sua institui√ß√£o est√° inserida. Atuando em √°reas amplas e com grande demanda que permite interdisciplinaridade, √© um programa que permite a aproxima√ß√£o com a pr√°tica m√©dica, a possibilidade de o estudante sanar a necessidade ps√≠quica de ser reconhecido como indiv√≠duo ativo, a integra√ß√£o com colega e a identifica√ß√£o com um grupo, o combate ao estresse e a qualifica√ß√£o profissional quando de sua inser√ß√£o em atividades de inicia√ß√£o cient√≠fica. A rela√ß√£o entre ensino, pesquisa e extens√£o proporcionada pela atua√ß√£o da Liga se destina a enriquecer o processo pedag√≥gico, possibilitando uma socializa√ß√£o do saber acad√™mico e uma din√Ęmica de atividades entre a comunidade e o curso de gradua√ß√£o. Pretende-se com o programa, contribuir para a forma√ß√£o de um profissional √≠ntegro e √©tico, comprometido com o bem-estar biopsicossocial do seu paciente, capaz de reconhecer e discernir as principais mazelas dentro da traumatologia e cirurgia geral. N√£o tem como objetivo a especializa√ß√£o precoce do acad√™mico, mas sim usar temas de interesse do acad√™mico para motivar a aprendizagem, a pesquisa e a integra√ß√£o social. 01/05/2017 √† 30/04/2021 MARIANNE ARIELY ANDRETTA RAMOS Aprovado ¬† ¬†e em andamento
5 Constru√ß√£o de um elo entre a universidade e a comunidade: implanta√ß√£o do grupo Alegromicina na cidade de Toledo – PR √Č cada vez maior o n√ļmero de estudos que relacionam o uso de atividades l√ļdicas e que proporcionem o bem-estar com um melhor enfrentamento das doen√ßas. Conhecendo esse conceito, os alunos do Centro Acad√™mico de Medicina de Toledo (CAMTO) prop√Ķem a realiza√ß√£o de um projeto que visa √† articula√ß√£o dos acad√™micos em prol dos pacientes internados em um hospital de Toledo – Paran√°. Sabe-se que o curso de medicina possui um poderoso potencial de mobiliza√ß√£o e transforma√ß√£o de contextos e realidades, sendo assim, pretende-se por meio de atividades de informa√ß√£o e recrea√ß√£o (musicaliza√ß√£o, teatro), promover a sa√ļde dos pacientes sob internamento e ao mesmo tempo, a humaniza√ß√£o dos estudantes de medicina. O projeto Alegromicina na cidade de Toledo visa intervir junto a crian√ßas, adolescentes e demais p√ļblicos em situa√ß√£o de vulnerabilidade e risco social em um hospital p√ļblico de Toledo. Tais atividades ‚Äď que, em cadeia, mobilizam toda uma estrutura social, envolvendo parentes e familiares, amigos, vizinhos, entre outros ‚Äď ser√£o realizadas no hospital da HOESP (Associa√ß√£o beneficente de sa√ļde do oeste do Paran√°). Os pr√≥prios alunos do curso de medicina da UFPR ‚Äď Campus Toledo, ser√£o treinados com a finalidade de al√©m de trazer alegria com o uso de diversas atividades, tamb√©m promover o acolhimento do paciente, e em certos momentos, auxiliar na supera√ß√£o do sofrimento com a doen√ßa, oferecendo conforto e al√≠vio. 01/09/2017 √† 31/08/2020 ANA CARLA ZARPELON ¬†Aprovado ¬† ¬†e em andamento
6 Promo√ß√£o de sa√ļde por meio da l√≠ngua brasileira de sinais As pessoas surdas ao procurar os servi√ßos de aten√ß√£o b√°sica √° sa√ļde deparam-se com diversos problemas, sendo a dificuldade com a comunica√ß√£o o mais evidente e preocupante deles. Atualmente, nem todos os locais s√£o lotados de int√©rpretes da L√≠ngua Brasileira de Sinais (LIBRAS). Todavia, cada vez mais pol√≠ticas de inclus√£o s√£o discutidas na tentativa de melhorar a qualidade de vida e independ√™ncia dessas pessoas. Com esse intuito, o Curso de Medicina de Universidade Federal do Paran√° ‚Äď Campus Toledo tem como objetivo desenvolver um projeto extensionista que visa levar uma educa√ß√£o voltada √° promo√ß√£o de sa√ļde para a comunidade surda. Durante a realiza√ß√£o deste trabalho, acad√™micos do curso de medicina ter√£o como premissa adquirir a Libras como segunda l√≠ngua, para que em seguida elaborar pr√°ticas did√°tico-pedag√≥gicas como: videoaulas, palestras, pe√ßas teatrais, todos criados e adaptados na modalidade gestual visual, por meio da Libras, para posteriormente serem divulgados √° comunidade surda do munic√≠pio de Toledo. Para a realiza√ß√£o desse projeto, discuss√Ķes entre a comunidade acad√™mica e saberes dos demais setores da educa√ß√£o e sa√ļde ser√£o imprescind√≠veis, propiciando assim, a interdisciplinaridade entre equipes. O desenvolvimento deste trabalho ir√° contribuir n√£o somente para difundir a Libras, mas para melhorar a qualidade de vida das pessoas surdas. O resultado ser√° uma comunidade mais cr√≠tica e um profissional mais habilitado, com maior compromisso com as necessidades da comunidade. 01/09/2017 √† 31/08/2019 MARCELO ALVES DE SOUZA ¬†Aprovado ¬† ¬†e em andamento
7 Socializa√ß√£o da Bioqu√≠mica em Escolas P√ļblicas de Toledo/PR ‚Äď SoBE Toledo O estudo da bioqu√≠mica √© de extrema import√Ęncia para conhecer o metabolismo celular, bem como as mol√©culas que o comp√Ķe. Muitos alunos sentem dificuldade em sua aprendizagem por falta de aulas pr√°ticas que reforcem o ensino- aprendizagem. O projeto “Socializa√ß√£o da bioqu√≠mica em escolas p√ļblicas de Toledo/PR” visa levar o conhecimento da bioqu√≠mica para alunos do segundo grau de escolas p√ļblicas do munic√≠pio de Toledo situado no oeste do estado do Paran√°, auxiliando a aprendizagem do conte√ļdo abordado, bem como a capacita√ß√£o dos professores para o desenvolvimento de aulas pr√°ticas de temas relacionados √† Bioqu√≠mica. 01/09/2017 √† 31/08/2019 KADIMA NAYARA TEIXEIRA

Aprovado

e em andamento

8 Plantas medicinais: eu conhe√ßo o que estou usando? O projeto de extens√£o ‚ÄúPlantas medicinais: eu conhe√ßo o que estou usando?‚ÄĚ surgiu devido a v√°rios questionamentos feitos sobre a problem√°tica de utiliza√ß√£o de plantas medicinais n√£o regulamentadas pela ANVISA, que s√£o conhecidas pela popula√ß√£o apenas por senso comum; plantas que s√£o utilizadas para determinado fim, como o aliment√≠cio por exemplo, e que por comunica√ß√£o vulgar, passam a ser utilizadas para fins terap√™uticos e curativos por meio de prepara√ß√Ķes distintas. Com base nesses questionamentos, o projeto tem como objetivo elaborar uma cartilha informativa, bem como atividades de a√ß√£o formativa para esclarecer e orientar a popula√ß√£o toledana, profissionais de sa√ļde e a comunidade acad√™mica sobre a utiliza√ß√£o de plantas medicinais de senso comum n√£o regulamentadas pela ANVISA. As abordagens metodol√≥gicas para o desenvolvimento deste projeto enfatizam a intera√ß√£o com a comunidade por meio de entrevistas, conversas e aplica√ß√£o de question√°rio para levantamento de dados e informa√ß√Ķes sobre a tem√°tica, a qual envolve v√°rias √°reas do conhecimento caracterizando a interdisciplinaridade do projeto. Enfatiza tamb√©m a indissociabilidade entre o ensino, a pesquisa e a extens√£o, uma vez que, por meio da troca de informa√ß√Ķes entre todos os envolvidos no projeto (equipe extensionista e p√ļblico alvo) ser√° poss√≠vel a constru√ß√£o do conhecimento sobre a tem√°tica do projeto; conhecimento esse que ser√° repassado para orientar a popula√ß√£o por meio dos produtos finais que ser√£o elaborados. Al√©m disso, os dados e informa√ß√Ķes ser√£o divulgados de maneira formal no meio cient√≠fico acad√™mico por meio de publica√ß√Ķes e eventos cient√≠ficos. Tanto a comunidade toledana quanto a acad√™mica (em especial os estudantes) ser√£o beneficiados pelo projeto, n√£o somente em rela√ß√£o ao conhecimento te√≥rico adquirido, mas tamb√©m em rela√ß√£o √† experi√™ncia de campo, que √© uma das melhores metodologias para aprendizagem e consolida√ß√£o do saber. 01/09/2017 √† 31/08/2019 KADIMA NAYARA TEIXEIRA Aprovado ¬† ¬†e em Andamento
9 Promo√ß√£o √† sa√ļde do idoso (Promid): alunos do curso de medicina da UFPR atuando na promo√ß√£o, preven√ß√£o e manuten√ß√£o da sa√ļde. O atual projeto, pretende colaborar atrav√©s da intera√ß√£o entre acad√™micos de medicina e a popula√ß√£o idosa, atuando na promo√ß√£o, preven√ß√£o e manuten√ß√£o da sa√ļde do idoso, bem como a atribui√ß√£o de valores e conhecimentos solidificados, atrelados a pr√°tica social para a forma√ß√£o acad√™mica desses estudantes. Deste modo, tal proposta comp√Ķe a educa√ß√£o em sa√ļde como forma de impulsionar a promo√ß√£o e a qualidade de vida, com a finalidade de somar a√ß√Ķes que contribuam √† sa√ļde do idoso em seu contexto. As a√ß√Ķes educativas tornam-se uma possibilidade importante para proporcionar a autonomia e independ√™ncia para o idoso, como tamb√©m o envelhecimento salutar. Nesta atua√ß√£o acredita-se na constru√ß√£o de condutas objetivando suprir lacunas que afetam o auto-cuidado. Desta forma, o desempenho da proposta proporcionar√° aos discentes participantes, a amplitude de uma vis√£o construtiva em prol da sa√ļde do idoso, relacionando-o na sociedade em que vive atrav√©s dos assuntos e acontecimentos encontrados rotineiramente, assim como, analisar interven√ß√Ķes que promovam a sa√ļde do mesmo. As atividades ser√£o realizadas em lares de idosos da cidade de Toledo-PR. Ser√£o tratados assuntos, como preven√ß√£o de quedas, viol√™ncia contra o idoso, dem√™ncia, alimenta√ß√£o saud√°vel, bons h√°bitos de higiene, preven√ß√£o e manuten√ß√£o de doen√ßas cr√īnicas, com a utiliza√ß√£o de atividades recreativas, m√ļsicas e jogos a fim de aumentar a integra√ß√£o entre os alunos e idosos. 01/09/2017 √† 31/08/2019 FRANCIELLE BRUSTOLIN LIMA SIMCH Aprovado ¬† ¬† e em Andamento
10 Promo√ß√£o da sa√ļde na educa√ß√£o infantil (PROSEI): estimulando a alimenta√ß√£o saud√°vel e boas pr√°ticas de higiene O presente projeto de extens√£o tem por objetivo promover a√ß√Ķes educativas em sa√ļde relativas √† alimenta√ß√£o saud√°vel e a boas pr√°ticas de higiene pessoal para crian√ßas, de 5 a 11 anos, credenciadas a rede de ensino municipal de Toledo, Paran√°. As atividades ser√£o elaboradas pelos extensionistas, juntamente com os docentes e ter√£o um enfoque l√ļdico (teatros, par√≥dias, material ilustrativo e atividades em grupo) na abordagem dos temas trabalhados. Espera-se colaborar com a qualifica√ß√£o da forma√ß√£o dos discentes de Medicina da Universidade Federal do Paran√°, campus Toledo, atrav√©s do incentivo √† elabora√ß√£o e implementa√ß√£o de atividades de educa√ß√£o em sa√ļde, bem como contribuir para o acesso da comunidade a informa√ß√Ķes relacionadas √† promo√ß√£o do bem-estar e da qualidade de vida. A relev√Ęncia social e acad√™mica deste projeto se d√° atrav√©s da pretens√£o de atuar de maneira interdisciplinar, norteado pelos princ√≠pios da educa√ß√£o em sa√ļde, aspirando a integra√ß√£o entre ensino, pesquisa e extens√£o, a fim de contribuindo com a forma√ß√£o de um profissional humanizado, comprometido socialmente, que reconhece e respeita a heterogeneidade da comunidade, bem como com a promo√ß√£o da qualidade de vida das crian√ßas atendidas. 01/09/2017 √† 31/08/2019 JESSICA CRISTINA RUTHS Aprovado ¬† ¬†e ¬†em Andamento
11 Liga Acad√™mica de Cardiologia A Liga Acad√™mica de Cardiologia surge com finalidade de ampliar conhecimentos aos acad√™micos participantes, al√©m de promover sa√ļde para a comunidade e integrar o estudante ao ambiente em que sua institui√ß√£o est√° inserida. A atua√ß√£o em uma √°rea ampla e com grande demanda como a Cardiologia, permite interdisciplinaridade, aproxima√ß√£o com a pr√°tica m√©dica, integra√ß√£o com colegas e identifica√ß√£o com um grupo, qualifica√ß√£o profissional e inicia√ß√£o cient√≠fica. A rela√ß√£o entre ensino, pesquisa e extens√£o proporcionada pela atua√ß√£o da Liga se destina a enriquecer o processo pedag√≥gico, possibilitando uma socializa√ß√£o do saber acad√™mico e uma din√Ęmica de atividades entre a comunidade e o curso de gradua√ß√£o. Pretende-se com o programa, contribuir para a forma√ß√£o de um profissional √≠ntegro e √©tico, comprometido com o bem-estar biopsicossocial do seu paciente, capaz de reconhecer e discernir as principais doen√ßas dentro da Cardiologia. N√£o tem como objetivo a especializa√ß√£o precoce do acad√™mico, mas sim usar temas de interesse para motivar a aprendizagem, a pesquisa e a integra√ß√£o social. 01/09/2017 √† 31/08/2021

ANA PAULA SUSIN OSORIO

Aprovado    e em Andamento
12 PPC-HAS: Promo√ß√£o √† sa√ļde e preven√ß√£o de complica√ß√Ķes relacionadas √† hipertens√£o arterial sist√™mica (HAS) na aten√ß√£o prim√°ria O projeto PPC-HAS visa contribuir para o fortalecimento da forma√ß√£o universit√°ria de estudantes de medicina da UFPR-Toledo, bem como, a promo√ß√£o √† sa√ļde de hipertensos usu√°rios do Sistema √önico de Sa√ļde (SUS) e a preven√ß√£o de complica√ß√Ķes oriundas desta condi√ß√£o cr√īnica. Este projeto de extens√£o contemplar√° o n√≠vel prim√°rio de aten√ß√£o √† sa√ļde, seguir√° com estrat√©gias de educa√ß√£o em sa√ļde com objetivo de orientar e estimular hipertensos a melhorias no seu padr√£o de sa√ļde atrav√©s da mudan√ßa de h√°bitos de vida n√£o-saud√°veis, maior ades√£o ao tratamento e autonomia no cuidado de sua sa√ļde e de seus pares. O desenvolvimento deste projeto √© de grande relev√Ęncia social e acad√™mica, prop√Ķe a integra√ß√£o entre ensino, pesquisa e extens√£o, visando cooperar para reduzir complica√ß√Ķes e consequentemente a mortalidade de hipertensos por fatores modific√°veis de sa√ļde, facilita o v√≠nculo do acad√™mico com a comunidade, despertando sua consci√™ncia profissional e responsabilidade na constru√ß√£o da sa√ļde individual e coletiva. Ser√£o realizadas palestras, rodas de conversas e eventos nas unidades b√°sicas de sa√ļde e associa√ß√Ķes comunit√°rias do Munic√≠pio de Toledo, assim como, orienta√ß√Ķes individuais durante visitas domiciliares norteadas pelos cadernos de aten√ß√£o b√°sica publicados pelo Minist√©rio da Sa√ļde (MS), os quais contemplam estrat√©gias para o cuidado da pessoa com doen√ßa cr√īnica: HAS e nas Diretrizes Brasileiras de Hipertens√£o Arterial Sist√™mica. Palavras chave: promo√ß√£o, preven√ß√£o, hipertens√£o arterial. 01/09/2017 √† 31/08/2020

SONIA MARA DE ANDRADE

Aprovado    e em Andamento
13 Liga Acad√™mica de Pediatria: A√ß√Ķes Integradas para Promo√ß√£o da Sa√ļde em Crian√ßas e Adolescentes A Liga Acad√™mica de Pediatria surge com a finalidade de promo√ß√£o e preven√ß√£o da sa√ļde de crian√ßas e adolescentes al√©m
da possibilidade de integrar o estudante √† comunidade na qual sua institui√ß√£o est√° inserida. √Č um programa que permite a
aproxima√ß√£o do estudante √† pr√°tica m√©dica, voltada aos atendimentos de crian√ßas e adolescentes. √Č importante que o aluno
valorize o papel da fam√≠lia e das condi√ß√Ķes reais de vida da crian√ßa sobre a sa√ļde infantil, e compreenda assim o seu
pr√≥prio papel social na comunidade. Desta forma, ser√° poss√≠vel entender o processo sa√ļde-doen√ßa e, neste sentido, a
influ√™ncia do ambiente de vida sobre a sa√ļde infantil. A inser√ß√£o do estudante em trabalhos vinculados √† comunidade contribuir√° no desenvolvimento das rela√ß√Ķes humanas e interpessoais indispens√°veis no aprendizado m√©dico. Tendo como foco a necessidade de estimular o aprendizado na √°rea da pediatria, a Liga acad√™mica fornecer√° bases para o acad√™mico levar at√© a comunidade os conhecimentos adquiridos nas discuss√Ķes da liga e que integram diferentes disciplinas j√° cursadas durante o curso, como Habilidades M√©dicas, Intera√ß√£o em Sa√ļde e Comunidade, al√©m de outros conhecimentos espec√≠ficos. Ser√£o integrados conhecimentos de diferentes √°reas m√©dicas, com foco de aplica√ß√£o para a Pediatria. Esses conhecimentos poder√£o ser disseminados atrav√©s da promo√ß√£o de eventos em escolas, creches, hospitais, de acordo com as necessidades levantadas por estas institui√ß√Ķes. Objetiva-se que os participantes propaguem informa√ß√Ķes referentes ao: atendimento em situa√ß√Ķes de emerg√™ncias pedi√°tricas, crescimento de crian√ßas e adolescentes, desenvolvimento neurol√≥gico e psicomotor adequado, alimenta√ß√£o e h√°bitos de vida saud√°veis, calend√°rio de vacina√ß√Ķes, aleitamento materno, preven√ß√£o de
acidentes, uso de √°lcool e drogas na adolesc√™ncia, viol√™ncia contra crian√ßas e adolescentes, acidentes na inf√Ęncia e
adolesc√™ncia, preven√ß√£o das doen√ßas dos adultos e idosos na inf√Ęncia e adolesc√™ncia, repercuss√Ķes da sa√ļde materna no
feto e na crian√ßa, dentre tantos outros assuntos que poder√£o ser discutidos devido √† import√Ęncia e car√™ncia de informa√ß√Ķes
referentes a esta √°rea.
01/03/2018 à 28/02/2021 GERUZA MARA HENDGES Em análise
14 Liga Acad√™mica de Ginecologia e Obstetr√≠cia (LIGO ‚Äď UFPR) A Liga Acad√™mica de Ginecologia e Obstetr√≠cia (LIGO-UFPR) surge a partir do entusiasmo de diversos acad√™micos do curso de Medicina da Universidade Federal do Paran√° ‚Äď Campus Toledo, tendo como objetivo inserir os discentes no processo de constru√ß√£o do conhecimento no meio acad√™mico como sujeitos atuantes, comprometidos e portadores de uma vis√£o tanto cient√≠fica e cr√≠tica, quanto humana. A filosofia da LIGO-UFPR est√° pautada nos tr√™s pilares: ensino, pesquisa e extens√£o, visando capacitar futuros profissionais a prestar assist√™ncia em sa√ļde nos seus diferentes n√≠veis de complexidade, percebendo o paciente em sua dimens√£o humana e valorizando uma boa rela√ß√£o m√©dico – paciente e m√©dico-familiares. Pretende-se com o programa, contribuir para a forma√ß√£o de um profissional √≠ntegro e √©tico, comprometido com o bem-estar biopsicossocial do seu paciente, com a finalidade de promo√ß√£o e preven√ß√£o da sa√ļde das mulheres em suas diferentes fases da vida, da adolesc√™ncia, vida adulta, gesta√ß√£o e menopausa, al√©m da possibilidade de integrar o estudante √† comunidade na qual sua institui√ß√£o est√° inserida. √Č um programa que permite a aproxima√ß√£o do estudante √† pr√°tica m√©dica, voltada aos atendimentos da mulher nas diferentes fases de sua vida. A inser√ß√£o do estudante em trabalhos vinculados √† comunidade contribuir√° no desenvolvimento das rela√ß√Ķes humanas e interpessoais indispens√°veis no aprendizado m√©dico. 01/03/2018 √† 28/02/2019 PATRICIA ¬†LEEN KOSAKO Em an√°lise

Redes Sociais

UFPR no Facebook UFPR no Twitter UFPR no Youtube
Universidade Federal do Paraná
Campus Toledo
Rua General Rondon, 2195, Jardim La Salle
Telefone: (45) 3277-4950
CEP: 85902-090 - Toledo (PR) - Brasil

E-mail: ufprtoledo@ufpr.br
UFPR no Facebook UFPR no Twitter UFPR no Youtube
Campus Toledo
Rua General Rondon, 2195, Jardim La Salle
Telefones: (45) 3277-4950
CEP: 85902-090 - Toledo (PR) - Brasil

E-mail: ufprtoledo@ufpr.br
Imagem logomarca da UFPR

©2017 - Universidade Federal do Paraná - Campus Toledo

Desenvolvido em Software Livre e hospedado pelo Centro de Computação Eletrônica da UFPR