Campus Toledo

Projetos e Programas

Projetos de extens√£o em andamento

Construção de um elo entre a universidade e a comunidade: implantação do grupo Alegromicina na cidade de Toledo РPR
Coordenação Ana Carla Zarpelon Contato: ana.zarpelon@ufpr.br
Jéssica Cristina Ruths ruthsjessica@gmail.com
Alunos participantes Carlos Eduardo Merss, Natália Dantas Alczuk, Juliana G. Lisboa, Larissa Panatta, Juliana Malavazi, Anna Luiza Maffessoni, Gabriel Vinícius Rohden, Wemerson G.Q. Filho, Lara Frangiotto Lopes, Laércio R. Silva Paltanin, Lucian C. C. Machado, Bruna Orso, Bruna Fernandes, Francisco L. de Lima Jr., Amanda Bueno da Silva.
Apresentação

√Č cada vez maior o n√ļmero de estudos que relacionam o uso de atividades l√ļdicas e que proporcionem o bem-estar com um melhor enfrentamento das doen√ßas. Conhecendo esse conceito, os alunos do Centro Acad√™mico de Medicina de Toledo (CAMTO) prop√Ķem a realiza√ß√£o de um projeto que visa √† articula√ß√£o dos acad√™micos em prol dos pacientes internados em um hospital de Toledo – Paran√°. Sabe-se que o curso de medicina possui um poderoso potencial de mobiliza√ß√£o e transforma√ß√£o de contextos e realidades, sendo assim, pretende-se por meio de atividades de informa√ß√£o e recrea√ß√£o (musicaliza√ß√£o, teatro), promover a sa√ļde dos pacientes sob internamento e ao mesmo tempo, a humaniza√ß√£o dos estudantes de medicina. O projeto Alegromicina na cidade de Toledo visa intervir junto a crian√ßas, adolescentes e demais p√ļblicos em situa√ß√£o de vulnerabilidade e risco social em um hospital p√ļblico de Toledo. Tais atividades ‚Äď que, em cadeia, mobilizam toda uma estrutura social, envolvendo parentes e familiares, amigos, vizinhos, entre outros ‚Äď ser√£o realizadas no hospital da HOESP (Associa√ß√£o beneficente de sa√ļde do oeste do Paran√°). Os pr√≥prios alunos do curso de medicina da UFPR ‚Äď Campus Toledo, ser√£o treinados com a finalidade de al√©m de trazer alegria com o uso de diversas atividades, tamb√©m promover o acolhimento do paciente, e em certos momentos, auxiliar na supera√ß√£o do sofrimento com a doen√ßa, oferecendo conforto e al√≠vio.

 

 

 

 

Atividades desenvolvidas

‚ÄĘFoi realizado um treinamento dos alunos de medicina, para que pudessem realizar atividades de cunho l√ļdico e educativo com os pacientes;

‚ÄĘObjetiva-se proporcionar uma terapia mais alegre e saud√°vel √†s crian√ßas, jovens, adultos e idosos atendidos pelo projeto;

‚ÄĘPromover a√ß√Ķes educativas que proporcionem um maior conhecimento em sa√ļde por parte dos pacientes, na tentativa de diminuir seu sofrimento no ambiente hospitalar;

‚ÄĘIntermediar o contato dos acad√™micos de medicina com a comunidade de Toledo;

‚ÄĘInstigar a√ß√Ķes de empatia e solidariedade aos acad√™micos de medicina.

Status da atividade: em andamento

 

Liga Acadêmica de Cardiologia

 

Coordenação Ana Paula Susin Osório Contato: susin@yahoo.com.br
Patricia Leen Kosako patriciakosako@ufpr.br
Alunos participantes Allan Leon Golfeto Pereira, Kamila Danubia Murara, Nathan Weizenmann, Vinícius Unser, Lucian Carlos Cardoso Machado, Matheus Fogaça Brustolin, Juliana Dantas, Juliano Xavier Santos, Henrique Rodrigues Thomé, Nicolas Taciano Kunkel, Matheus Artur Weiser Meier, Natalia Dantas Alczuk, Isabele Benites Caetano, Breno Emanuel Santana Rego, Stephanie de Araujo, Fernando Rodrigues Gonzalez Benicio, Laércio Rafael Silva Paltanin

 

P√°gina/website: https://www.facebook.com/lac.ufpr/
Apresentação

A Liga Acad√™mica de Cardiologia surge com finalidade de ampliar conhecimentos aos acad√™micos participantes, al√©m de promover sa√ļde para a comunidade e integrar o estudante ao ambiente em que sua institui√ß√£o est√° inserida. A atua√ß√£o em uma √°rea ampla e com grande demanda como a Cardiologia, permite interdisciplinaridade, aproxima√ß√£o com a pr√°tica m√©dica, integra√ß√£o com colegas e identifica√ß√£o com um grupo, qualifica√ß√£o profissional e inicia√ß√£o cient√≠fica. A rela√ß√£o entre ensino, pesquisa e extens√£o proporcionada pela atua√ß√£o da Liga se destina a enriquecer o processo pedag√≥gico, possibilitando uma socializa√ß√£o do saber acad√™mico e uma din√Ęmica de atividades entre a comunidade e o curso de gradua√ß√£o. Pretende-se com o projeto contribuir para a forma√ß√£o de um profissional √≠ntegro e √©tico, comprometido com o bem estar biopsicossocial do seu paciente, capaz de reconhecer e discernir as principais doen√ßas dentro da Cardiologia. N√£o tem como objetivo a especializa√ß√£o precoce do acad√™mico, mas sim usar temas de interesse para motivar a aprendizagem, a pesquisa e a integra√ß√£o social.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Atividades desenvolvidas

Atividades Teóricas: durante o ano foram desenvolvidas atividades teóricas, em sala de aula, com base em um cronograma previamente estabelecido com assuntos de interesse dos estudantes participantes. Essas aulas foram ministradas pelos próprios estudantes, pela professora coordenadora e por médicos cardiologistas convidados. A maior parte das aulas foi preparada e ministrada pelos alunos, em duplas, nas quais eles tiveram a oportunidade de desenvolver habilidades de estudo, preparação de material expositivo (slides) e, principalmente, habilidade de comunicação e apresentação.

Atividades pr√°ticas:

¬∑¬†¬†¬†¬†¬†¬† Eletrocardiograma: os estudantes foram orientados e treinados quanto √† realiza√ß√£o do exame de eletrocardiograma. Esse conhecimento certamente trar√° benef√≠cios na atua√ß√£o profissional, principalmente, em situa√ß√Ķes de atendimento em emerg√™ncias. A atividade foi desenvolvida no Laborat√≥rio de Habilidades M√©dicas do Campus Toledo;

¬∑¬†¬†¬†¬†¬†¬† Hemodin√Ęmica (cateterismo card√≠aco): os estudantes, divididos em duplas, tiveram a oportunidade de conhecer um servi√ßo de Hemodin√Ęmica e Cardiologia Intervencionista de Toledo, e acompanhar alguns exames de cateterismo card√≠aco. Nessa atividade puderam retomar conceitos relativos √† √°reas como anatomia e fisiologia, al√©m de obterem no√ß√Ķes relativas √† assepsia e antissepsia. Tiveram intera√ß√£o a √°rea de Enfermagem do servi√ßo, ampliando a no√ß√£o da import√Ęncia do trabalho em equipe e interdisciplinar;

¬∑¬†¬†¬†¬†¬†¬† Cirurgia Card√≠aca: tamb√©m divididos em duplas, e de acordo com uma escala previamente estabelecida, os estudantes acompanharam a realiza√ß√£o de algumas cirurgias card√≠acas no Hospital Nossa Senhora da Salete, em Cascavel. Nessa atividade, al√©m dos conhecimentos t√©cnicos obtidos, puderam vivenciar a experi√™ncia da atua√ß√£o em uma sala cir√ļrgica, com todas suas particularidades, al√©m da necessidade do desempenho de um trabalho em equipe, combinando as mais diversas √°reas da sa√ļde (m√©dicos cirurgi√Ķes, anestesistas, enfermeiros, t√©cnicos de enfermagem, perfusionistas);

¬∑¬†¬†¬†¬†¬†¬† Teste Ergom√©trico: os estudantes tamb√©m acompanharam a realiza√ß√£o desse exame, que √© bastante utilizado na pr√°tica cl√≠nica e cardiol√≥gica. Puderam vivenciar na pr√°tica quais suas indica√ß√Ķes, contra-indica√ß√Ķes, abordagem, orienta√ß√£o e preparo adequado do paciente que ser√° submetido.

I Jornada de Emergências Cardiológicas da Liga Acadêmica de Cardiologia (LAC)

Nos dias 18 e 19 de maio de 2018 foi realizada a I Jornada de Emerg√™ncias Cardiol√≥gicas da LAC. O evento foi realizado no audit√≥rio da PUC-Toledo, e contou com a participa√ß√£o de 7 palestrantes convidados, que abordaram temas como Dor tor√°cica na emerg√™ncia, S√≠ndromes Coronarianas Agudas, Arritmias, Insufici√™ncia Card√≠aca e outros, que s√£o extremamente relevante para a atua√ß√£o de profissionais da √°rea da sa√ļde em situa√ß√Ķes de emerg√™ncia.

O evento teve uma alta na procura na cidade e regi√£o, totalizando cerca de 230 participantes ouvintes, das mais variadas √°reas da sa√ļde, desde m√©dicos, estudantes de Medicina de Toledo e das cidades vizinhas, enfermeiros, t√©cnicos de enfermagem e fisioterapeutas.

Participação no XLV Congresso Paranaense de Cardiologia

No mês de julho os estudantes da LAC e a professora coordenadora participaram do XLV Congresso Paranaense de Cardiologia, realizado na cidade de Curitiba.

No evento foram apresentados 2 p√īsteres, relatando casos cl√≠nicos acompanhados na cidade de Toledo. O material expositivo foi estruturado pelos pr√≥prios estudantes, com orienta√ß√£o da professora coordenadora.

Al√©m disso, a LAC tamb√©m participou de uma mesa-redonda sobre Ligas Acad√™micas de Cardiologia, abordando o tema ‚ÄúDesafios na forma√ß√£o de uma Liga Acad√™mica no Interior‚ÄĚ, apresentado pelo aluno Allan Leon Pereira. Nessa atividade houve uma importante intera√ß√£o com estudantes e professores de outras Ligas de Cardiologia do estado do Paran√°, com troca de ideias, experi√™ncias e contatos para futuros projetos em conjunto.

 

Status da atividade: em andamento

 

LIGA ACADEŐāMICA DE CIRURGIA E TRAUMATOLOGIA: OPORTUNIDADE DE INTEGRACŐßAŐÉO, MULTIDISCIPLINARIDADE E EXTENSAŐÉO DAS CIEŐāNCIAS MEŐĀDICAS
Coordenação Marianne Ariely Andretta Ramos Contato: dram.andretta@gmail.com
Alexandre  Roberto  Roman Coelho coelhoalexandre@yahoo.com.br
Alunos participantes Karina Ayana Matioli Inoue, Beatriz Paiola Albrecht, Gustavo Andrade Derossi Guilherme, Eduardo Henrique Daroda, Natalia Dantas Alczuck, Camila Lopes Manetti, Gustavo Henrique Auler, Vinícius Unser, Bianca Luiza Mello de Assis, Juliano Xavier Santos, Mateus Costa Santana, Leonardo Martins Azeredo.
P√°gina/website: https://www.facebook.com/lactraufpr/
Apresentação

A Liga Acad√™mica de Cirurgia e Traumatologia surge com a finalidade de promover sa√ļde para a comunidade e integrar o estudante ao ambiente em que sua institui√ß√£o est√° inserida. Atuando em √°reas amplas e com grande demanda que permite interdisciplinaridade, √© um programa que permite a aproxima√ß√£o com a pr√°tica m√©dica, a possibilidade de o estudante sanar a necessidade ps√≠quica de ser reconhecido como indiv√≠duo ativo, a integra√ß√£o com colega e a identifica√ß√£o com um grupo, o combate ao estresse e a qualifica√ß√£o profissional quando de sua inser√ß√£o em atividades de inicia√ß√£o cient√≠fica. A rela√ß√£o entre ensino, pesquisa e extens√£o proporcionada pela atua√ß√£o da Liga se destina a enriquecer o processo pedag√≥gico, possibilitando uma socializa√ß√£o do saber acad√™mico e uma din√Ęmica de atividades entre a comunidade e o curso de gradua√ß√£o. Pretende-se com o programa, contribuir para a forma√ß√£o de um profissional √≠ntegro e √©tico, comprometido com o bem-estar biopsicossocial do seu paciente, capaz de reconhecer e discernir as principais mazelas dentro da traumatologia e cirurgia geral. N√£o tem como objetivo a especializa√ß√£o precoce do acad√™mico, mas sim usar temas de interesse do acad√™mico para motivar a aprendizagem, a pesquisa e a integra√ß√£o social.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Atividades desenvolvidas

Durante esse ano organizamos um oficina: Primeira oficina sobre atendimento ao Trauma da Liga Acad√™mica de Cirurgia e Traumatologia de Toledo, p√ļblico alvo foi a comunidade acad√™mica e a constru√ß√£o foi baseada na expectativa dos mesmos sobre essa tem√°tica. O Feedback foi positivo e pretendemos realizar novas edi√ß√Ķes, sentiram-se mais seguros na realiza√ß√£o de suturas e imobiliza√ß√Ķes. Outro evento foi: Curso te√≥rico-pr√°tico: Viv√™ncia hospitalar em traumatologia e cirurgia, uma parceria com o hospital do Trabalhador em Curitiba, em nome do Dr Adonis. Os alunos tiveram um grande ganho nessa troca de experi√™ncia, voltaram motivados e ao mesmo tempo seguros de que est√£o recebendo um boa forma√ß√£o que permitiu a eles se inserir nas atividades propostas. Fora isso tivesse a vis√£o dos discentes de grandes centros e puderam pontuar as diferen√ßas. Pretendemos organizar esse curso sempre nas f√©rias, fazendo rod√≠zio de alunos interessados a participar. Temos um trabalho cientifico na √°rea de dermatologia em fase de publica√ß√£o nos anais de dermatologia, desenvolvido por dois acad√™micos em parceria com a coordena√ß√£o e a Dra Tamara Vanazela. Infelizmente um dos projetos que a Liga pretendia repetir em uma nova edi√ß√£o, Suporte B√°sico de Vida, n√£o se tornou mais vi√°vel pois surgiu um projeto maior assumido por outro projeto de extens√£o que iria suprir essa demanda, os gigantes cogitaram fazer um parceria mas sobrecarregaria a atividade. Reuni√Ķes quinzenais com variados temas, professores convidados de Cascavel e Toledo, que abordaram temas como: abdome agudo, emerg√™ncias urol√≥gicas, medicina intensiva, acessos venosos entre outros.
Status da atividade: em andamento

 

Liga Acad√™mica de Ginecologia e Obstetr√≠cia (LIGO ‚Äď UFPR)

Coordenação Patricia Leen Kosako Cerutti Contato: patriciakosako@ufpr.br
Naura Tonin Angonese naura.tonin@ufpr.br
Alunos participantes Mariana Zandona Mertins; Daniele Carolina Benvenho; Marcella Dellatorre Pucci; Morgana Pereira De Souza; Maria Luiza Fucuta De Moraes; Marina Castanhel Ruschel; Francisco Lourenço De Lima Junior; Taiane Costa Santana;Victória Gimenes Freitas; Anna Luiza Maffessoni;
P√°gina/website: https://www.facebook.com/lagoufprtoledo/
Apresentação

O projeto de extens√£o universit√°ria surge da necessidade de ampliar o contato dos acad√™micos com a comunidade e a pr√°tica m√©dica. Baseado nisso, o objetivo geral √© aprimorar e sedimentar os conhecimentos dos alunos extensionistas sobre temas da Ginecologia e Obstetr√≠cia e realizar atividades de promo√ß√£o √† sa√ļde da comunidade local. O projeto ser√° desenvolvido em tr√™s atividades principais ‚Äď encontros, reuni√Ķes e palestras m√©dico-cient√≠ficas; – atividades pr√°ticas em posto de sa√ļde (orienta√ß√£o do autoexame e realiza√ß√£o de exame de mamas para preven√ß√£o ao c√Ęncer de mama e colo uterino, como a coleta de preventivo) e centro obst√©trico; – participa√ß√£o em eventos de conscientiza√ß√£o da comunidade. Espera-se com isso conscientizar a popula√ß√£o sobre temas importantes da ginecologia e obstetr√≠cia al√©m de capacitar os alunos para produ√ß√£o de material de divulga√ß√£o, produ√ß√£o cient√≠fica, apresenta√ß√£o de casos cl√≠nicos e refinar a futura rela√ß√£o m√©dico-paciente dos atuais estudantes.

 

 

 

 

 

 

 

 

Atividades desenvolvidas

Com este projeto os alunos , coordenador e vice e colaboradores tiveram oportunidade de desenvolver atividades com a comunidade leiga e contato tamb√©m com os profissionais da √°rea da sa√ļde atrav√©s da Jornada Obst√©trica realizada no Campus TOLEDO UFPR, e todas nossas aulas te√≥ricas eram abertas para acad√™micos em geral, servindo de est√≠mulo para que participassem de nossos encontros. Al√©m disso, foi desenvolvido question√°rio virtual pelos alunos respondidos a todo publico que acessava pagina no Facebook, possibilitando aos alunos responder aos questionamentos sob supervis√£o do coordenador, vice coordenador e colaboradores, esclarecendo as d√ļvidas da comunidade e tamb√©m ajudou na dissemina√ß√£o de conhecimento, pois muitos familiares e amigos compartilharam os v√≠deos desenvolvidos pelos ligantes, contribuindo para a divulga√ß√£o da LIGA, com grande de pessoas que reconheceram o projeto. Fomos muito elogiados durante nossa apresenta√ß√£o no SIEPE e tamb√©m pelos palestrantes m√©dicos que conhecemos durante os eventos, em que nos destacamos por procurarmos nos aproximar da nossa comunidade, seja atrav√©s de palestras, din√Ęmicas e campanhas. Cumprindo com nossos objetivos, ampliamos nosso contato com acad√™micos atrav√©s das aulas e participa√ß√£o em eventos; aprimoramos os conhecimentos dos alunos sobre temas da Ginecologia e Obstetr√≠cia atrav√©s dos nossos encontros quinzenais; realizamos atividades de promo√ß√£o a sa√ļde como as orienta√ß√Ķes sobre IST, planejamento familiar, c√Ęncer de mama e coleta de preventivo realizada na Unidade B√°sica de Sa√ļde de Ouro Verde,¬† Outubro rosa: sa√ļde preventiva da mulher auxiliando tamb√©m na rela√ß√£o m√©dico paciente; e tamb√©m produzimos material cient√≠fico para exposi√ß√£o. Al√©m disso, alguns alunos ir√£o realizar um est√°gio no setor de Obstetr√≠cia no Hospital do Trabalhador (Curitiba), importante para sedimentar nossos conhecimentos e aprimorar a rela√ß√£o m√©dico-paciente.
Status da atividade: em andamento

 

Liga Acad√™mica de Pediatria:¬† a√ß√Ķes¬† integradas¬† para promo√ß√£o¬† da sa√ļde¬† em¬† crian√ßas e adolescentes
Coordenação Geruza Mara Hendges Contato: geruza_hendges@hotmail.com
Renata Bragato Futagami renata.futagami@ufpr.br
Alunos participantes Carolina de Lima Silva, Adriana Ayumi Nakai Akimura, Bianca de Carvalho Rojo, Dyayne Carla Banovski, Gabriel Vinicius Rohden, Kamila Danubia Murara, Marina Castanhel Ruschel, Matheus Fogaça Brustolin, Morgana Pereira de Souza, Natalia Dantas Alczuk, Nicolas Taciano Kunkel, Taísa Cristina Gotardo, Victoria Gimenes Freitas
Apresentação

A Liga Acad√™mica de Pediatria surge com a finalidade de promo√ß√£o e preven√ß√£o da sa√ļde de crian√ßas e adolescentes al√©m da possibilidade de integrar o estudante √† comunidade na qual sua institui√ß√£o est√° inserida. √Č um programa que permite a aproxima√ß√£o do estudante √† pr√°tica m√©dica, voltada aos atendimentos de crian√ßas e adolescentes. √Č importante que o aluno valorize o papel da fam√≠lia e das condi√ß√Ķes reais de vida da crian√ßa sobre a sa√ļde infantil, e compreenda assim o seu pr√≥prio papel social na comunidade. Desta forma, ser√° poss√≠vel entender o processo sa√ļde-doen√ßa e, neste sentido, a influ√™ncia do ambiente de vida sobre a sa√ļde infantil. A inser√ß√£o do estudante em trabalhos vinculados √† comunidade contribuir√° no desenvolvimento das rela√ß√Ķes humanas e interpessoais indispens√°veis no aprendizado m√©dico. Associado a isso √© importante ressaltar a necessidade de profissionais dedicados e interessados nesta especialidade, a fim de suprir a demanda da cidade e regi√£o. Tendo como foco a necessidade de estimular o aprendizado na √°rea da pediatria, a Liga acad√™mica fornecer√° bases para o acad√™mico levar at√© a comunidade os conhecimentos adquiridos nas discuss√Ķes da liga e que integram diferentes disciplinas j√° cursadas durante o curso, como Habilidades M√©dicas, Intera√ß√£o em Sa√ļde e Comunidade, al√©m de outros conhecimentos espec√≠ficos. Ser√£o integrados conhecimentos de diferentes √°reas m√©dicas, com foco de aplica√ß√£o para a Pediatria. Esses conhecimentos poder√£o ser disseminados atrav√©s da promo√ß√£o de eventos em escolas, creches, hospitais, de acordo com as necessidades levantadas por estas institui√ß√Ķes. Objetiva-se que os participantes propaguem informa√ß√Ķes referentes ao: atendimento em situa√ß√Ķes de emerg√™ncias pedi√°tricas, crescimento de crian√ßas e adolescentes, desenvolvimento neurol√≥gico e psicomotor adequado, alimenta√ß√£o e h√°bitos de vida saud√°veis, calend√°rio de vacina√ß√Ķes, aleitamento materno, preven√ß√£o de acidentes, uso de √°lcool e drogas na adolesc√™ncia, viol√™ncia contra crian√ßas e adolescentes, acidentes na inf√Ęncia e adolesc√™ncia, preven√ß√£o das doen√ßas dos adultos e idosos na inf√Ęncia e adolesc√™ncia, repercuss√Ķes da sa√ļde materna no feto e na crian√ßa, dentre tantos outros assuntos que poder√£o ser discutidos devido a import√Ęncia e car√™ncia de informa√ß√Ķes referentes a esta √°rea.

 

 

 

 

 

Atividades desenvolvidas

Aula sobre história da medicina

Aula inaugural da liga

Aulas teóricas desenvolvidas pelos ligantes

Evento de prevenção á obesidade no município de Cascavel-PR

Cinco cursos de abordagem á emergências pediátricas com profissionais da educação

Curso de abordagem á emergências com o grupo de escoteiros do município de Toledo

Cartilha elaborada pelo projeto

Status da atividade: em andamento

 

Promo√ß√£o √† sa√ļde do idoso (Promid): alunos do curso de medicina da UFPR atuando na promo√ß√£o, preven√ß√£o e manuten√ß√£o da sa√ļde
Coordenação Francielle Brustolin de Lima Simch Contato: fbdlima@gmail.com
Sonia Mara Andrade soniaandrade@ufpr.br
Alunos participantes Eduardo Santos S√īnego, M√°rcia Etgeton, Gabriel Peteno Magnusson, Raquel Lais Kreuz, Jo√£o Lucas Lasta, Adriana Ayumi Nakai Akimura, Monica Patricia de Souza, Amanda Alencar dos Anjos, Juliana Malavazi Rodrigues, Diana Loch Duessmann, Vict√≥ria Gimenes Freitas, Marco Andr√© Reis Pinheiro, Sarah Evelyn Silva Fernandes
Apresentação

O atual projeto, pretende colaborar atrav√©s da intera√ß√£o entre acad√™micos de medicina e a popula√ß√£o idosa, atuando na promo√ß√£o, preven√ß√£o e manuten√ß√£o da sa√ļde do idoso, bem como a atribui√ß√£o de valores e conhecimentos solidificados, atrelados a pr√°tica social para a forma√ß√£o acad√™mica desses estudantes. Deste modo, tal proposta comp√Ķe a educa√ß√£o em sa√ļde como forma de impulsionar a promo√ß√£o e a qualidade de vida, com a finalidade de somar a√ß√Ķes que contribuam √† sa√ļde do idoso em seu contexto. As a√ß√Ķes educativas tornam-se uma possibilidade importante para proporcionar a autonomia e independ√™ncia para o idoso, como tamb√©m o envelhecimento salutar. Nesta atua√ß√£o acredita-se na constru√ß√£o de condutas objetivando suprir lacunas que afetam o auto-cuidado. Desta forma, o desempenho da proposta proporcionar√° aos discentes participantes, a amplitude de uma vis√£o construtiva em prol da sa√ļde do idoso, relacionando-o na sociedade em que vive atrav√©s dos assuntos e acontecimentos encontrados rotineiramente, assim como, analisar interven√ß√Ķes que promovam a sa√ļde do mesmo. As atividades ser√£o realizadas em lares de idosos da cidade de Toledo-PR. Ser√£o tratados assuntos, como preven√ß√£o de quedas, viol√™ncia contra o idoso, dem√™ncia, alimenta√ß√£o saud√°vel, bons h√°bitos de higiene, preven√ß√£o e manuten√ß√£o de doen√ßas cr√īnicas, com a utiliza√ß√£o de atividades recreativas, m√ļsicas e jogos a fim de aumentar a integra√ß√£o entre os alunos e idosos.

 

 

 

 

 

Atividades desenvolvidas

Foram realizadas reuni√Ķes para planejamento e discuss√£o das atividades e dos temas a serem trabalhados, para posteriores visitas aos lares por dois grupos de sete alunos quinzenalmente. Tamb√©m ocorreram palestras de capacita√ß√£o, referente a did√°tica que iria ser aplicada, bem como para um conhecimento das especificidades que circundam o p√ļblico alvo.¬† As atividades desenvolvidas utilizaram recursos metodol√≥gicos contemplando a ludicidade por meio de par√≥dias, dramatiza√ß√Ķes, poemas, brincadeiras, teatros, m√ļsicas e rodas de conversa, com o objetivo de alcan√ßar o escopo do projeto, atrelados √† sensibilidade social, indispens√°vel para a forma√ß√£o vital e acad√™mica dos discentes ingressantes no projeto. Dentre os assuntos abordados, est√£o: preven√ß√£o de quedas, viol√™ncia contra o idoso, alimenta√ß√£o saud√°vel, entre outros. De in√≠cio, a proposta do projeto contemplava apenas uma institui√ß√£o do mun√≠cipio, logo, uma nova institui√ß√£o ao ter conhecimento do mesmo, demonstrou grande interesse das atividades junto ao lar.
Status da atividade: em andamento

 

Promo√ß√£o da sa√ļde por meio da L√≠ngua Brasileira de Sinais
Coordenação Marcelo Alves de Souza Contato: souzamade@gmail.com
Thiago Rafael Mazzarollo thiago.mazzarollo@hotmail.com
Alunos participantes Bianca Rojo, Camila Lopes Manetti, Henrique Rodrigues Thomé, Maurício Callado Filho, Bárbara Louise ferreira, Amanda Spohr Froehlich, Jaqueline Budny
Apresentação

As pessoas surdas ao procurar os servi√ßos de aten√ß√£o b√°sica √° sa√ļde deparam-se com diversos problemas, sendo a dificuldade com a comunica√ß√£o o mais evidente e preocupante deles. Atualmente, nem todos os locais s√£o lotados de int√©rpretes da L√≠ngua Brasileira de Sinais (LIBRAS). Todavia, cada vez mais pol√≠ticas de inclus√£o s√£o discutidas na tentativa de melhorar a qualidade de vida e independ√™ncia dessas pessoas. Com esse intuito, o Curso de Medicina de Universidade Federal do Paran√° ‚Äď Campus Toledo tem como objetivo desenvolver um projeto extensionista que visa levar uma educa√ß√£o voltada √° promo√ß√£o de sa√ļde para a comunidade surda. Durante a realiza√ß√£o deste trabalho, acad√™micos do curso de medicina ter√£o como premissa adquirir a Libras como segunda l√≠ngua, para que em seguida elaborar pr√°ticas did√°tico-pedag√≥gicas como: videoaulas, palestras, pe√ßas teatrais, todos criados e adaptados na modalidade gestual visual, por meio da Libras, para posteriormente serem divulgados √° comunidade surda do munic√≠pio de Toledo. Para a realiza√ß√£o desse projeto, discuss√Ķes entre a comunidade acad√™mica e saberes dos demais setores da educa√ß√£o e sa√ļde ser√£o imprescind√≠veis, propiciando assim, a interdisciplinaridade entre equipes. O desenvolvimento deste trabalho ir√° contribuir n√£o somente para difundir a Libras, mas para melhorar a qualidade de vida das pessoas surdas. O resultado ser√° uma comunidade mais cr√≠tica e um profissional mais habilitado, com maior compromisso com as necessidades da comunidade.

 

 

Atividades desenvolvidas

Curso de extensão: A comunicação eficaz frente o atendimento a pacientes surdos;

Curso de extens√£o: Forma√ß√£o continuada na √°rea da sa√ļde: rompendo a barreira da comunica√ß√£o com o paciente surdo;

Evento de Extensão: Mudanças fisiológicas da gestação: uma abordagem associada à Língua de Sinais.

Status da atividade: em andamento

 

Promo√ß√£o de Sa√ļde a Gestantes: A√ß√Ķes educativas sobre o uso de agentes teratog√™nicos e preven√ß√£o de malforma√ß√Ķes cong√™nitas
Coordenação Ana Paula Carneiro Brandalize Contato: anapaulabrandalize@yahoo.com.br
Naura Tonin Angones naura.tonin@ufpr.br
Alunos participantes Allan Leon, Aline Navarro, Ana Fl√°via Secchi ,Bianca Rojo, Carolina de Lima Silva, Daniele Benvenho , Dyayne Banovski , Lara Frangiotto , Laura Signori, Manoela Ferreira, Mayara Bueno, Maria Luiza Moraes, Mariana Mertins,Suellen Fernandes, Ruan Schell
Apresentação

O projeto de educa√ß√£o popular para a promo√ß√£o de sa√ļde a gestantes visa contribuir para a qualifica√ß√£o da forma√ß√£o dos estudantes de Medicina da UFPR, bem como das participantes do projeto, a partir da pedagogia dial√≥gica, possibilitando a aquisi√ß√£o e consolida√ß√£o de conhecimentos. Este projeto de extens√£o ser√° desenvolvido a partir do referencial te√≥rico da educa√ß√£o popular, com pr√°ticas de a√ß√Ķes educativas na aten√ß√£o √†s Unidades B√°sicas de Sa√ļde (UBSs) do munic√≠pio de Toledo. Tal pr√°tica possibilitar√° aos estudantes envolvidos ampliar a vis√£o sobre uso de agentes teratog√™nicos durante a gesta√ß√£o (medicamentos, ch√°s, v√≠rus), potencializando suas pr√°ticas em sa√ļde na √°rea de sa√ļde coletiva. A partir das a√ß√Ķes pretende-se integrar gestantes e extensionistas, possibilitando um melhor entendimento das informa√ß√Ķes sobre o cuidado com uso de agentes teratog√™nicos durante a gesta√ß√£o, bem como medidas preventivas a poss√≠veis malforma√ß√Ķes fetais. Durante as palestras e conversas sobre t√≥picos previamente determinados pretende-se estimular o desenvolvimento da autonomia das participantes do grupo ao discutir quest√Ķes relacionadas ao projeto. Este projeto de extens√£o apresenta uma importante relev√Ęncia social e acad√™mica, uma vez que, pretende atuar de maneira interdisciplinar, norteado pelos princ√≠pios da educa√ß√£o popular em sa√ļde, visando a integra√ß√£o entre ensino, pesquisa e extens√£o. Neste sentido, ele ir√° contribuir na forma√ß√£o de um profissional com maior compromisso social, que reconhece e respeita a heterogeneidade da comunidade, al√©m da promo√ß√£o a sa√ļde de gestantes para o pleno desenvolvimento do feto. Palavras-chave: extens√£o, gestantes, agentes teratog√™nicos, malforma√ß√Ķes.

Status da atividade: em andamento

 

Promo√ß√£o da sa√ļde na educa√ß√£o infantil (PROSEI): estimulando a alimenta√ß√£o saud√°vel e boas pr√°ticas de higiene
Coordenação Jéssica Cristina Ruths Contato: ruthsjessica@gmail.com
Francielle Brustolin de Lima Sinch fbdlima@gmail.com
Alunos participantes Maria Gabriela Fornazari, Aline Daniel da Silva; Amanda Rodrigues de Souza; Anderson Dillmann Groto; Camila Pankievicz; Dagna Karen De Oliveira; Diana Loch Duessman; Eluan Joel Rodrigues Da Silva; Ianca Pyetra De Almeida; Leticya Rezende Da Silva; M√°rcia Etgeton.
Apresentação

O presente projeto de extens√£o tem por objetivo promover a√ß√Ķes educativas em sa√ļde relativas √† alimenta√ß√£o saud√°vel e a boas pr√°ticas de higiene pessoal para crian√ßas, de 5 a 11 anos, credenciadas a rede de ensino municipal de Toledo, Paran√°. As atividades ser√£o elaboradas pelos extensionistas, juntamente com os docentes e ter√£o um enfoque l√ļdico (teatros, par√≥dias, material ilustrativo e atividades em grupo) na abordagem dos temas trabalhados. Espera-se colaborar com a qualifica√ß√£o da forma√ß√£o dos discentes de Medicina da Universidade Federal do Paran√°, campus Toledo, atrav√©s do incentivo √† elabora√ß√£o e implementa√ß√£o de atividades de educa√ß√£o em sa√ļde, bem como contribuir para o acesso da comunidade a informa√ß√Ķes relacionadas √† promo√ß√£o do bem-estar e da qualidade de vida. A relev√Ęncia social e acad√™mica deste projeto se d√° atrav√©s da pretens√£o de atuar de maneira interdisciplinar, norteado pelos princ√≠pios da educa√ß√£o em sa√ļde, aspirando a integra√ß√£o entre ensino, pesquisa e extens√£o, a fim de contribuindo com a forma√ß√£o de um profissional humanizado, comprometido socialmente, que reconhece e respeita a heterogeneidade da comunidade, bem como com a promo√ß√£o da qualidade de vida das crian√ßas atendidas.

Atividades desenvolvidas No primeiro semestre de 2018 foram realizados encontros quinzenais para discuss√£o e apropria√ß√£o dos temas trabalhados no projeto, planejamento das estrat√©gias de abordagem e elabora√ß√£o do material de apoio (pe√ßas de teatro, par√≥dias, material ilustrativo e folders), totalizando seis encontros. Realizou-se tamb√©m dois eventos, o primeiro consistiu em um curso de forma√ß√£o de palha√ßos, realizado por um ator, professor do Instituto Federal de Rondon√≥polis. Atrav√©s de curso foi proporcionado aos alunos a oportunidade de trabalhar t√©cnicas de dramatiza√ß√£o e intera√ß√£o com o p√ļblico infantil. O segundo evento resumiu-se em uma palestra realizada por um profissional nutricionista, atuante no N√ļcleo de Apoio a Sa√ļde da Fam√≠lia, qual proporcionou aos discentes discuss√Ķes e apropriamento do tema alimenta√ß√£o saud√°vel, bem como integra√ß√£o com o servi√ßo. J√° no segundo semestre de 2018 foram realizadas as atividades nas escolas. Os discentes foram divididos em grupos de dois a tr√™s alunos, cada grupo realizou em m√©dia duas apresenta√ß√Ķes mensais. Os temas foram previamente selecionados pelas escolas e os enfoques utilizados foram l√ļdicos (teatros, par√≥dias e brincadeiras). Foram atendidas em m√©dia sete escolas, totalizando 354 alunos. Concomitantemente foram realizadas reuni√Ķes mensais destinadas √† socializa√ß√£o de problemas e avalia√ß√£o das a√ß√Ķes desenvolvidas. No segundo semestre de 2018 ocorreu ainda uma participa√ß√£o na Feira de Ideias do col√©gio Alfa, na qual foi poss√≠vel apresentar o projeto e trabalhar os temas junto √†s crian√ßas.
Status da atividade: em andamento

 

                                       Desenvolvimento de um atlas virtual di histologia e biologia celular
Coordenação
Juliana Bernardi Wenzel
Contato:
 julianawenzel@ufpr.br
 Ana Carla Zarpelon
ana.zarpelon@ufpr.br
Alunos participantes Marcella Dellatorre Pucci, Ruan Wink Schell , Nicolas T. Kunkel, Nathan Henrique Weizenmann, Carlos Emanuel P. Brusque, Igor Dal Pozzo da Costa
P√°gina/website: http://www.toledo.ufpr.br/portal/laminas/
Apresentação

O presente projeto √© uma proposta de desenvolvimento de um ambiente virtual de ensino (AVE) de Histologia e Biologia Celular, hospedada no site da Universidade Federal do Paran√°, que seja de acesso gratuito a alunos interessados em aprofundar e revisar conhecimentos. O ensino pr√°tico de Histologia e Biologia Celular √© praticado nas aulas, por√©m o acesso a material pr√°tico virtual pode fornecer uma possibilidade de maior contato com as l√Ęminas, permitindo melhor desempenho no aprendizado. Os acad√™micos selecionados para participar do projeto ser√£o treinados para o preparo das l√Ęminas. Para a confec√ß√£o das l√Ęminas, ser√£o utilizados animais sacrificados em outros experimentos e que seriam descartados, que ter√£o seus tecidos selecionados e as l√Ęminas preparadas e coradas. Ap√≥s sua fixa√ß√£o, as l√Ęminas integrar√£o o lamin√°rio de Histologia e Biologia Celular do Campus de Toledo da UFPR. Ser√£o capturadas imagens das l√Ęminas, que ter√£o suas estruturas identificadas e marcadas. Em seguida, ser√° criado um ambiente virtual de ensino, no qual as imagens ser√£o inseridas, com suas devidas descri√ß√Ķes, tornando-se dispon√≠veis para o acesso dos acad√™micos. O atlas ser√° ent√£o divulgado √† acad√™micos de gradua√ß√£o de cursos da √°rea da sa√ļde e em escolas de ensino m√©dio do munic√≠pio de Toledo – PR, para que seja utilizado como uma ferramenta de ensino √† dist√Ęncia. A avalia√ß√£o dos participantes do projeto ser√° realizada pelo acompanhamento do desempenho dos acad√™micos durante o desenvolvimento das atividades relativas ao projeto.

Status da atividade: em andamento

 

Liga Acadêmica de Medicina Interna
Coordenação Kenny Regina Lehmann Contato: kenny.regina@ufpr.br
Mayara Salamanca mayara.salamanca@ufpr.br
Alunos participantes Anderson Dillmann Groto, Bruna Orso, Bruna Fernandes, Ezequiel de Oliveria Jr, Carlos Emanuel Brusque, Larissa Panatta, Dyayne Banovski, Luis André de Souza, Marcella Pucci, Mateus Soares da Silva, Mayara Bueno, Nathan Weizenmann, Lara F. Lopes
P√°gina/website:
Apresentação

A Liga Acad√™mica de Medicina Interna ‚Äď LACMI ‚Äď UFPR Toledo tem como objetivo geral a integra√ß√£o do aluno na pr√°tica da cl√≠nica m√©dica, bem como a aproxima√ß√£o deste com a comunidade. Com a√ß√Ķes voltadas para o aprendizado dos membros e aten√ß√£o √† sa√ļde da comunidade, a Liga ter√° como norte a realiza√ß√£o de trabalhos de pesquisa que explorem os assuntos referentes √† pr√°tica de cl√≠nica m√©dica e a semiologia de pacientes. Ser√£o realizadas atividades te√≥ricas, na forma de semin√°rios, periodicamente. Estes poder√£o ser ministrados pelos discentes, docentes UFPR ou mesmo convidados externos, sobre temas previamente acordados. As atividades pr√°ticas ser√£o realizadas em unidades colaboradoras com a Universidade Federal do Paran√°, no formato de est√°gios, treinamentos te√≥rico pr√°ticos. Outras atividades junto √† popula√ß√£o podem ser realizadas em espa√ßos p√ļblicos como lago, shopping, centro de eventos visando atingir maior parcela da popula√ß√£o, mesmo aqueles que habitualmente n√£o frequentam servi√ßos de sa√ļde. Os alunos ser√£o estimulados √† produ√ß√£o de artigos cient√≠ficos e apresenta√ß√£o dos mesmos em eventos externos, al√©m da promo√ß√£o/organiza√ß√£o de eventos sobre temas relacionados a Medicina Interna. O trip√© que rege a Universidade: ensino, pesquisa e extens√£o, ser√° englobado como objetivo da LACMI propiciando uma adequada forma√ß√£o de um m√©dico generalista humano e √©tico, reflexivo e cr√≠tico, com senso de responsabilidade social e compromisso com a cidadania.

Status da atividade: em andamento

 

Plantas medicinais: eu conheço o que estou usando?
Coordenação Kádima Nayara Teixeira Contato: kadima.teixeira@ufpr.br
Sonia Mara de Andrade soniaandrade@ufpr.br
Alunos participantes Fernanda Morinigo Guevara, Michele Luisa Petriw, Dagna Karen de Oliveira; Aline Daniel da Silva; Gabriela Rodrigues Moreira Florencio; Gabriele Buzin; Luana Pacheco de Souza; Queren Hapuque Oliveira Alencar; Isaque Donizete Silva de Souza; Allysson Bruno Carbonera; Camila Lopes Manetti
Apresentação

O projeto de extens√£o ‚ÄúPlantas medicinais: eu conhe√ßo o que estou usando?‚ÄĚ surgiu devido a v√°rios questionamentos feitos sobre a problem√°tica de utiliza√ß√£o de plantas medicinais n√£o regulamentadas pela ANVISA, que s√£o conhecidas pela popula√ß√£o apenas por senso comum; plantas que s√£o utilizadas para determinado fim, como o aliment√≠cio por exemplo, e que por comunica√ß√£o vulgar, passam a ser utilizadas para fins terap√™uticos e curativos por meio de prepara√ß√Ķes distintas. Com base nesses questionamentos, o projeto tem como objetivo elaborar uma cartilha informativa, bem como atividades de a√ß√£o formativa para esclarecer e orientar a popula√ß√£o toledana, profissionais de sa√ļde e a comunidade acad√™mica sobre a utiliza√ß√£o de plantas medicinais de senso comum n√£o regulamentadas pela ANVISA. As abordagens metodol√≥gicas para o desenvolvimento deste projeto enfatizam a intera√ß√£o com a comunidade por meio de entrevistas, conversas e aplica√ß√£o de question√°rio para levantamento de dados e informa√ß√Ķes sobre a tem√°tica, a qual envolve v√°rias √°reas do conhecimento caracterizando a interdisciplinaridade do projeto. Enfatiza tamb√©m a indissociabilidade entre o ensino, a pesquisa e a extens√£o, uma vez que, por meio da troca de informa√ß√Ķes entre todos os envolvidos no projeto (equipe extensionista e p√ļblico alvo) ser√° poss√≠vel a constru√ß√£o do conhecimento sobre a tem√°tica do projeto; conhecimento esse que ser√° repassado para orientar a popula√ß√£o por meio dos produtos finais que ser√£o elaborados. Al√©m disso, os dados e informa√ß√Ķes ser√£o divulgados de maneira formal no meio cient√≠fico acad√™mico por meio de publica√ß√Ķes e eventos cient√≠ficos. Tanto a comunidade toledana quanto a acad√™mica (em especial os estudantes) ser√£o beneficiados pelo projeto, n√£o somente em rela√ß√£o ao conhecimento te√≥rico adquirido, mas tamb√©m em rela√ß√£o √† experi√™ncia de campo, que √© uma das melhores metodologias para aprendizagem e consolida√ß√£o do saber.

Atividades desenvolvidas Nessa fase de coleta de dados (que foi uma tarefa bem árdua levando-se em consideração os horários de aulas e de atendimento nas UBS) nenhum evento ainda foi realizado, assim que os dados forem totalmente analisados para a confecção da cartilha os eventos serão oficinas para divulgação do material junto à população da UBS e também acadêmica.
Status da atividade: em andamento

 

Promo√ß√£o √† sa√ļde e preven√ß√£o de complica√ß√Ķes relacionadas √† hipertens√£o arterial sist√™mica (HAS) na aten√ß√£o prim√°ria
Coordenação Sonia Mara de Andrade Contato: soniaandrade@ufpr.br
Jéssica Cristina Ruths ruthsjessica@gmail.com
Alunos participantes Vanessa Cristine Graeff, Queren Hapuque Oliveira Alencar; Matheus Fogaça Brustolin; Taísa Cristina Gotardo; Tarlliza Romanna Nardelli; Raquel Lais Kreuz; Vinícius Unser; Giovanna Kszan Sierakowski.
Apresentação

O projeto PPC-HAS visa contribuir para o fortalecimento da forma√ß√£o universit√°ria de estudantes de medicina da UFPR-Toledo, bem como, a promo√ß√£o √† sa√ļde de hipertensos usu√°rios do Sistema √önico de Sa√ļde (SUS) e a preven√ß√£o de complica√ß√Ķes oriundas desta condi√ß√£o cr√īnica. Este projeto de extens√£o contemplar√° o n√≠vel prim√°rio de aten√ß√£o √† sa√ļde, seguir√° com estrat√©gias de educa√ß√£o em sa√ļde com objetivo de orientar e estimular hipertensos a melhorias no seu padr√£o de sa√ļde atrav√©s da mudan√ßa de h√°bitos de vida n√£o-saud√°veis, maior ades√£o ao tratamento e autonomia no cuidado de sua sa√ļde e de seus pares. O desenvolvimento deste projeto √© de grande relev√Ęncia social e acad√™mica, prop√Ķe a integra√ß√£o entre ensino, pesquisa e extens√£o, visando cooperar para reduzir complica√ß√Ķes e consequentemente a mortalidade de hipertensos por fatores modific√°veis de sa√ļde, facilita o v√≠nculo do acad√™mico com a comunidade, despertando sua consci√™ncia profissional e responsabilidade na constru√ß√£o da sa√ļde individual e coletiva. Ser√£o realizadas palestras, rodas de conversas e eventos nas unidades b√°sicas de sa√ļde e associa√ß√Ķes comunit√°rias do Munic√≠pio de Toledo, assim como, orienta√ß√Ķes individuais durante visitas domiciliares norteadas pelos cadernos de aten√ß√£o b√°sica publicados pelo Minist√©rio da Sa√ļde (MS), os quais contemplam estrat√©gias para o cuidado da pessoa com doen√ßa cr√īnica: HAS e nas Diretrizes Brasileiras de Hipertens√£o Arterial Sist√™mica. Palavras chave: promo√ß√£o, preven√ß√£o, hipertens√£o arterial.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Atividades desenvolvidas

Foram realizados encontros com os extensionistas a fim de realizar capacita√ß√Ķes e aprofundar os estudos sobre o tema, discuss√Ķes e apresenta√ß√£o de semin√°rios pelos mesmos sob orienta√ß√£o da coordena√ß√£o do projeto. As atividades na comunidade foram iniciadas com 2 eventos p√ļblicos, o primeiro realizado no dia 22/04/2018 em frente a um supermercado bastante frequentado em Toledo, onde foi realizada uma a√ß√£o em refer√™ncia ao dia nacional de combate a hipertens√£o arterial, o segundo evento foi realizado no dia 18/08/2018 na pra√ßa central do Munic√≠pio de Toledo, cujo o t√≠tulo foi Entenda de sa√ļde: controle sua press√£o e tenha mais vida. Estes eventos tiveram como objetivo a promo√ß√£o da sa√ļde e a preven√ß√£o de complica√ß√Ķes da hipertens√£o arterial sist√™mica. Foram realizadas as pr√°ticas de aferi√ß√£o de press√£o arterial, medidas antropom√©tricas e dadas orienta√ß√Ķes coletivas e individuais para aproximadamente 300 pessoas. Concomitante com os eventos foi realizado o levantamento das unidades de sa√ļde parceiras juntamente com a Diretoria de sa√ļde da aten√ß√£o b√°sica do Munic√≠pio, a qual nos direcionou a realizar a√ß√Ķes em 4 unidades b√°sicas de sa√ļde (UBS), estas julgadas pela dire√ß√£o como as de maior necessidade em rela√ß√£o ao tema envolvido. Para conseguir atender a demanda proposta, os extensionistas foram divididos em duplas e direcionados as unidades, cada dupla ficou respons√°vel por uma unidade de sa√ļde, onde puderam desempenhar atividades de avalia√ß√£o inicial dos hipertensos j√° diagnosticados, verificando a ades√£o ao tratamento e o cuidado com a sa√ļde geral. Tamb√©m conseguiram desenvolver a√ß√Ķes de promo√ß√£o da sa√ļde e educa√ß√£o em sa√ļde para auxiliar hipertensos a compreenderem melhor sobre os malef√≠cios da falta do controle da press√£o arterial. Por fim, os extensionistas tamb√©m est√£o envolvidos na realiza√ß√£o de planilhas de acompanhamento de hipertensos nas unidades para as quais foram direcionados, tendo em vista que foi uma necessidade evidenciada no decorrer do projeto e apontadas pela Diretora da Aten√ß√£o B√°sica, o que favoreceu um maior engajamento dos estudantes com as equipes destes locais.
Status da atividade: em andamento

 

Socializa√ß√£o da Bioqu√≠mica em Escolas P√ļblicas de Toledo/PR ‚Äď SoBE Toledo
Coordenação Kádima Nayara Teixeira Contato: kadima.teixeira@ufpr.br
Marcelo Alves de Souza souzamade@gmail.com
Alunos participantes Breno Emanuel Santana Rêgo; Taisa Cristina Gotardo; Vinícius Unser, Anderson Dillmann Groto; Igor Dal Pozzo da Costa; Juliana Yukari Oshiro; Natalie Toki Komori; Gabriel Mazzutti Cambraia
Apresentação

O estudo da bioqu√≠mica √© de extrema import√Ęncia para conhecer o metabolismo celular, bem como as mol√©culas que o comp√Ķe. Muitos alunos sentem dificuldade em sua aprendizagem por falta de aulas pr√°ticas que reforcem o ensino- aprendizagem. O projeto “Socializa√ß√£o da bioqu√≠mica em escolas p√ļblicas de Toledo/PR” visa levar o conhecimento da bioqu√≠mica para alunos do segundo grau de escolas p√ļblicas do munic√≠pio de Toledo situado no oeste do estado do Paran√°, auxiliando a aprendizagem do conte√ļdo abordado, bem como a capacita√ß√£o dos professores para o desenvolvimento de aulas pr√°ticas de temas relacionados √† Bioqu√≠mica.

 

 

 

 

 

 

 

 

Atividades desenvolvidas

Foram feitas reuni√Ķes com os alunos do projeto para deixar claro os objetivos deste, e tamb√©m que para cumpr√≠-lo de modo satisfat√≥rio, dentro do prazo e sem sobrecarreg√°-los seria preciso trabalho em equipe e divis√£o de tarefas. Algumas das atividades realizadas foram:

  • Reuni√Ķes com o N√ļcleo regional de educa√ß√£o para discutir sobre o projeto (sua implanta√ß√£o e andamento)
  • Reuni√Ķes com a dire√ß√£o, pedagoga e professores do col√©gio selecionado para discutir sobre o projeto
  • Reuni√Ķes com os alunos (gradua√ß√£o) do projeto para dividir tarefas
  • Elabora√ß√£o e escolhas de aulas pr√°ticas de qu√≠mica e biologia
  • Teste das pr√°ticas no laborat√≥rio da UFPR com os alunos do projeto
  • Elabora√ß√£o do roteiro d pr√°tica
  • Aplica√ß√£o das pr√°ticas no col√©gio pelo alunos da extens√£o e discuss√£o com os alunos do ensino m√©dio para

contextualizar a pr√°tica com a teoria vista em sala de aula

Visita guiada doa alunos do ensino m√©dio participantes do projeto ao campus Toledo para conhecer as instala√ß√Ķes e a rotina de aulas.

Status da atividade: em andamento

 

Redes Sociais

UFPR no Facebook UFPR no Twitter UFPR no Youtube
Universidade Federal do Paraná
Campus Toledo
Rodovia PR 182, S/N, Km 320/321
CEP: 85919-899 Toledo - PR

E-mail: ufprtoledo@ufpr.br
Celular institucional: (41) 98518-6606

UFPR no Facebook UFPR no Twitter UFPR no Youtube
Campus Toledo
Rodovia PR 182, S/N, Km 320/321
CEP: 85919-899 Toledo - PR

E-mail: ufprtoledo@ufpr.br
Celular institucional: (41) 98518-6606

Imagem logomarca da UFPR

©2019 - Universidade Federal do Paraná - Campus Toledo

Desenvolvido em Software Livre e hospedado pelo Centro de Computação Eletrônica da UFPR